Início / Negócios / Como vender pelo Ifood

-

Como vender pelo Ifood

Se você tem a intenção de começar a vender tem que estar preparado para usar a tecnologia como aliada. Atualmente é praticamente impossível entrar no mercado de comida e não se alinhar a um dos aplicativos de entrega disponíveis, principalmente como vender pelo Ifood, o mais conhecido e importante deles.

O Ifood funciona como uma galeria de opções, onde qualquer pessoa pode fazer um pedido on-line e receber a comida em casa.

Por isso, preparamos para você um guia prático de como vender pelo Ifood. Vamos lá.

O que é preciso para fazer o cadastro

O Ifood trabalha com seriedade para que as entregas sejam feitas corretamente aos clientes e os produtos sejam de qualidade.

Por isso, você vai precisar de:

  1. CNPJ válido e CNAE no ramo alimentício;
  2. Conta bancária (vinculada com o responsável legal – MEI, ou CNPJ);
  3. Um computador;
  4. Internet para receber os pedidos.

Se você optar pelo plano básico, deverá contar também com um entregador, que será a pessoa responsável por levar os pedidos até os clientes.

Como vender pelo Ifood – Planos Disponíveis

O Ifood diferencia os planos oferecidos pela inclusão ou não dos entregadores do App na parceria com a sua empresa.

Basta cadastrar-se em um deles e começar a vender.

Plano Básico

No caso do plano básico o restaurante estará disponível para compra no App, como todos os outros, mas será o responsável por contratar os entregadores e, também, gerenciá-los, para que o produto seja entregue corretamente ao cliente.

Plano Entrega

Nesse caso, o restaurante cadastrado deve cuidar apenas do preparo e embalagem da comida.

A entrega fica por conta dos entregadores parceiros do Ifood e as ferramentas de gerenciamento de entrega são geridas pelo próprio App.

Duas coisas importantes.

A primeira é que você está livre para movimentar-se entre os planos quando quiser.

E a segunda é que o plano entrega ainda não está disponível em todas as regiões do país.

Mensalidade por faturamento

No geral o Ifood não cobra mensalidades.

Inicialmente, tanto o plano básico quanto o entrega são isentos de mensalidades.

Entretanto, você precisa saber que o Ifood passará a cobrar uma mensalidade assim que o seu restaurante passar a faturar mais que R$1.800 no mês no aplicativo.

Esse valor vale para ambos os planos.

No caso do Plano Básico, a mensalidade cobrada será de R$100, enquanto que no caso do plano entrega o valor é de R$130.

Taxas

Você sabe agora como vender pelo Ifood, mas perceba que ele não funciona como um serviço contratado do restaurante, mas sim como parceiro.

Assim, no lugar de vendedor pagar uma mensalidade pelo uso do aplicativo, no geral, o que acontece é que o Ifood cobra uma taxa sobre cada pedido que é feito.

Essas taxas variam também de acordo com o plano adotado por você.

Plano Básico

No caso de você adotar o plano básico, o valor cobrado pelo Ifood será de 12% sobre o valor do pedido.

Além disso, acrescenta-se mais 3,5% sobre o valor se o pagamento for realizado por meio do próprio App.

Plano Entrega

Nesse caso o valor da taxa fica um pouco mais salgada e sai por 27% fixos, mas sem acréscimos no caso de o pagamento ser efetuado pelo próprio aplicativo.

Vantagens e desvantagens

O Ifood é uma empresa e também precisa ganhar de alguma forma.

As taxas e as eventuais mensalidades, se o seu negócio começar a crescer, podem parecer pesadas, mas é preciso analisar o retorno que o fato de estar na plataforma pode trazer para o seu negócio.

O ideal é que você avalie seu cardápio e seus preços levando essa taxa em comparação, mas também vendo o Ifood como investimento, vez que, estando no app, você tende a vender mais.

 Aprendeu como vender pelo Ifood? Gostou? Se sim, pegue seus documentos e cadastre-se agora mesmo no endereço https://restaurante.ifood.com.br/restaurante.

Leia também: